Reflexões teológicas no livro de apocalipse (parte 2)

O Trono de Deus.

A visão nos capítulos 4-5, no livro de apocalipse, retrata um mundo celestial onde o trono de Deus e do cordeiro estão no centro, com todas as demais coisas de toda a criação o rodeando, na seguinte ordem:

  1. Um arco-íris;
  2. Os seres viventes que guardam o trono;
  3. 24 anciãos sentados em tronos num segundo círculo externo;
  4. E finalmente todas as outras criaturas do Universo.

As 17 referências ao trono de Deus nesses capítulos (do total 34 no livro), sublinha a centralidade da Soberania de Deus, pela qual Ele é climaticamente glorificado em 4.9-11 e 5.12-13.

Deus e Cristo são supremamente glorificados mediante ressurreição de Cristo, o que demonstra que Eles são soberanos sobre a criação, tanto para julgar, como para redimir.

Podemos claramente deduzir dos caps. 4 e 5, que o cordeiro está na mesma posição divina que o próprio Deus, um ponto reiterado ao longo do restante do livro, sendo também insinuado anteriormente.

Os caps. 4-5 introduzem e ofuscam todas as visões em 6.1-22.5, que fluem dessa visão introdutória e são para serem vistas como as consequências históricas da soberania Divina em seu exercício de redenção e julgamento (Beale). Deus e Cristo estão no controle supremo de todas as “desgraças” na vida dos crentes e também na vida dos descrentes.

 

A Soberania deles (de Cristo e de Deus) sobre tais eventos que consideramos desagradáveis, coloca diante de nós um problema teológico: Como pode a justiça, bondade e santidade de Cristo e de Deus serem mantidas se eles estão tão diretamente ligados como a causa suprema por trás de todos os julgamentos e por trás dos agentes demoníacos que realizam muito dos julgamentos destrutivos sob a definitiva supervisão Divina?

 

Alguns teólogos não acham que há um problema teológico, uma vez que eles não veem Cristo e Deus como a causa imediata dos julgamentos. Cristo, eles dizem, apenas permite ou tolera tais personagens como os 4 cavaleiros que executam suas desgraças.

Não apenas apocalipse vê o trono divino como ultimamente por trás das provações dos crentes e desgraças dos descrentes, mas a maioria das passagens formativas do AT para os selos, trombetas e taças, sem exceção, tem deus como a causa suprema das provações (Zc 6.1-8; Ez. 14.21; Lv. 26.18-28 e seus usos em Ap. 6.2-8).

A resposta para essa dificuldade teológica reside no objetivo final das desgraças, que é refinar a fé dos crentes e punir os infiéis, resultando na glorificação do Deus Trino.

 

A conexão direta entre os caps. 4-5 e as desgraças dos cavaleiros em 6. 1-8 esclarece esta questão. 6: 1-8 fala de um dos efeitos da morte e ressurreição de Cristo. Ele transformou o sofrimento da cruz em um triunfo, ganhou a soberania sobre os poderes do mal, que o tinham crucificado (cf. 1:18; Col. 2:15), e, posteriormente, usou-os para alcançar seus propósitos de aperfeiçoar o seu povo e punir aqueles que são recalcitrantes em sua maldade.

 

No final de ambos os caps. 4 e 5, e também no fim das visões, em 19: 7-8, afirma-se que os santos existem para glorificar a Deus; essa glorificação vem na conclusão da história por causa do casamento do Cordeiro com a sua noiva, que será perfeitamente adornado para a ocasião; o foco na noiva adornada se destina a levar os santos para glorificar a Deus.

 

Esta noção de glória divina é fundamental também para 21:1-22:5, uma vez que, como já vimos, a nova Jerusalém (= povo de Deus) só pode ser definida em relação à sua reflexão luminescente da glória de Deus (Beale).

De fato, a característica central da cidade é Deus e o Cordeiro, que brilha como uma lâmpada sobre a cidade (cf. 21: 22-23; 22: 5), de modo que a definição mais completa da nova Jerusalém é o povo de Deus em comunhão plena com Deus e Cristo, refletindo a glória de Deus e de Cristo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s